Normas Internas

O Instituto

Instituto Cultural D. António Ferreira Gomes
Instituição de Utilidade Pública (Despacho nº. 2056/2008, de 18 de Janeiro)

Nascido em 1997 sob o impulso brotado da preocupação de se dar apoio a quem, entrado na era da disponibilidade de tempo que a reforma traz, encontre na cultura o melhor lenitivo para se motivar intelectualmente e se dispor a continuar a ser útil, o Instituto Cultural D. António Ferreira Gomes tem-se concretizado num projeto muito diversificado.

A vida da Instituição assenta nas matérias ministradas e na competência de quem as ministra.

A vida cultural pulula entre sessões e visitas culturais, decorrendo paralelamente com ocasionais eventos de cunho mais social como são as refeições festivas, as exposições, as tertúlias e apresentações de vária ordem.

Não se cultiva a passividade nem o “passar tempo”. Também não se avaliam saberes nem se controlam presenças, nem os programas das disciplinas são rígidos. Mas há uma mensagem permanente e subjacente e é que cada pessoa se abra ao “estímulo intelectual” que da vida do Instituto brota e se projete na vida de cada um.

Por fim, há um aspeto dinâmico-social importante e que decorre da feliz circunstância das pessoas se encontrarem regularmente nas sessões ou nos outros eventos da Instituição. Esse tempo dinâmico satisfaz a necessidade de se combater a solidão de quem a possa experimentar e serve para que se difunda um espírito de solidariedade humana que é, a todos os títulos, um bem inestimável.

Atividades prestadas

  • Unidades Culturais (UC)
  • Unidades Culturais Breves (UCB)
  • Cursos Práticos (CP)
  • Clube de Teatro do Instituto (CTI)
  • Coro do Instituto (CI)
  • Cursos de Verão
  • Visitas Culturais
  • Sessões Culturais
  • Serões do Instituto
  • Eventos Culturais
  • Prémios e Concursos
  • Conferências
  • Apresentações

Normas de funcionamento

  • O ICAFG funciona durante 11 meses por ano, encerrando no mês de agosto e interrompendo as atividades para as pausas de Natal, Carnaval e Páscoa.
  • O ano letivo tem início em setembro e termina em junho, sendo o horário de funcionamento das UC, UCB, CP, CTI e CI de segunda a sexta-feira.
  • Durante o mês de julho decorrem os cursos de verão.
  • As visitas culturais deverão ser programadas até ao final do mês de outubro de acordo com o respetivo regulamento.
  • As restantes atividades não têm horário fixo, podendo ocorrer durante todo o ano letivo exceto as interruções contempladas no ponto 1.
  • Caso o aluno não possa frequentar um mês completo de sessões poderá ficar isento do respetivo pagamento de propinas se avisar os serviços de secretaria 10 dias úteis antes do início do mês em que se ausentará. Esta situação não poderá ocorrer mais de 2 vezes por ano; caso contrário, terá de liquidar as respetivas mensalidades.
  • Caso o professor não possa comparecer a uma sessão, haverá aula de compensação em data e hora a combinar.

Inscrição e renovação

  • A inscrição/renovação são válidas por um ano e implicam o preenchimento da respetiva folha junto dos serviços de secretaria.
  • A inscrição/renovação só se torna efetiva com a entrega da documentação necessária especificada na folha de inscrição/renovação e mediante o pagamento da respetiva verba.

Desistência

  • A desistência de alguma ou de todas as unidades/cursos frequentados deverá ser comunicada à secretaria até ao dia 20 do mês anterior ao mês em que a desistência deverá produzir efeitos.
  • A desistência de todas as unidades/cursos implicará a perda do valor da inscrição/renovação e da mensalidade de junho.

Propinas

  • O valor da inscrição/renovação, propinas e descontos serão afixados anualmente.
  • O valor da inscrição/renovação contempla o valor do seguro.
  • O pagamento das propinas deverá ser efetuado até ao dia 8 do mês a que diz respeito.
  • A propina do mês de junho deverá ser liquidada obrigatoriamente no mês de janeiro. Caso a inscrição seja posterior a janeiro, as propinas deverão ser cobradas juntamente com o valor da inscrição.