4. Do atual retrocedendo até ao contemporâneo: autores, imagens e obras de arte

Docente: Prof.ª Doutora Maria de Fátima Lambert (ESE/IP)
Horário: 2ª. Feira, às 15h00 – Quinzenal
Início: 8 de outubro de 2018

 

Programa

 

Procurando a compreensão [na e] do inesperado, da polissemia iconográfica subjacente à receção estética da Arte Contemporânea e da Arte Atual, desenvolve-se uma abordagem diacrónica, através de leituras de textos e de imagens, privilegiando estudos históricos sediados em territórios visuais e performativos; reconhecem-se antecedentes e razões prospetivas; analisam-se escritos de autores/criadores, manifestos e proclamações; perscrutam-se razões e ideias de artistas, autores e demais protagonistas, sinalizando obras paradigmáticas. Progredindo até às 1ªs décadas do novo milénio questionam-se as ramificações, os entrecruzamentos das Artes – sua viabilidade, argumentos, estratégias… -antecipando-se eventuais cenários de futuro, realizados a partir da perceção atualizada e presente.

1. A CRIAÇÃO NA ATUALIDADE: após o Inventário Fotográfico do Mundo, do Atlas Mnemósine, o “Museu imaginário”, o Museu da Inocência – arquivo | memória | cidade = pensamento & artes.

2. A FORMAÇÃO DO CONTEMPORÂNEO: Equipamentos Museológicos; Casos paradigmáticos: iconografias, linguagens, discursos – mediações socioculturais e circuitos de arte.

3. DO CONTEMPORÂNEO AO ATUAL – paradigmas quebrados, o pensamento crítico e o público.