5. Temas de Psicologia

Docente: Prof.ª Doutora Marina Lencastre (U. Fernando Pessoa)
Horário: 5ª. Feira, às 15h00 – Quinzenal
Início: 12 de outubro de 2017

 

Programa

 

O curso Temas de Psicologia 2017-2018 desenvolve-se em torno dos livros “Porque amamos. A natureza química do amor romântico” (Helen Fischer, 2004) e “A arte de amar” (Erich Fromm, 1956). Estas são duas leituras obrigatórias para quem se interessa pelo complexo fenómeno do amor, desde as suas origens no cérebro, passando pelas delícias e pelos tormentos que provoca nos corpos e comportamentos, até à sua contextualização no plano elevado da amizade e da capacidade de amar o próximo.

Helen Fischer apresenta o seu trabalho com uma equipa de cientistas que examinaram os cérebros de pessoas que acabaram de se apaixonar, provando que quando nos apaixonamos, áreas específicas do cérebro são activadas e neurotransmissores especiais são produzidos. O estudo de Helen Fisher serve-se destes dados para provar que a paixão romântica é um poderoso e complexo conjunto de reacções e de sentimentos cujos componentes podemos encontrar nas outras espécies animais e também noutras áreas do comportamento humano.

Com Erich Fromm abordaremos o amor no seu contexto mais amplo e nas suas diversas facetas, como o amor romântico, o amor fraternal, o amor de pais, o amor erótico, o amor próprio e o amor de Deus. Segundo o autor, todos estes diferentes tipos de amor ajudam-nos de alguma forma a lidar com a separação e a solidão, tão frequente nos dias actuais. O autor aborda o amor nos tempos modernos, comparando-o à necessidade de consumo e de busca pelo que é física ou mentalmente atraente. Para Erich Fromm, precisamos de nos ligar às outras pessoas e o amor é uma atividade e não um afecto passivo, que se desenvolve desde que o bebé se liga amorosamente à sua mãe até aos modos mais altruístas e sublimes do amor pela humanidade e pela nossa Terra comum.

O trabalho destes dois autores será contextualizado nas suas épocas, nas variadas influências e respectivas concepções da psicologia que defendem e serão ocasião também para discutirmos em grupo os conceitos desenvolvidos por estas duas leituras.