1. Oficina de Comunicação e de Escrita

Docente: Prof.ª Doutora Alexandra Guedes Pinto (U. Porto)
Horário: 5ª. Feira, às 14h30
Início: 4 de outubro de 2018

 

Introdução

 

Na “Oficina de comunicação e de escrita” arregaçamos as mangas e pomos a farda para ler e para escrever. Todavia, não o fazemos por obrigação, mas sim por prazer… As palavras e as frases são os nossos legos e o ano inteiro o nosso prazo para estudar, montar e desmontar textos, em vários géneros e com vários pretextos.

No ano de 2018/2019, adotaremos o tema “A Viagem” como o nosso grande eixo programático, desdobrando o mesmo nos seguintes tópicos:

– A escrita como uma viagem de conhecimento do mundo: excertos de Literatura de viagens;

– A escrita como uma viagem de autoconhecimento: excertos de biografias e de diários;

– A escrita como atividade expressiva terapêutica: excertos de prosa poética e de narrativas breves

– A escrita como caminho para o Humanismo: ensaios e textos doutrinários

Com estes motes, trabalharemos um projeto coeso que nos permita concorrer com as produções textuais inéditas dos participantes na UC ao prémio literário Frei Bernardo Domingues, O.P, coordenado pelo Instituto Cultural D. António Ferreira Gomes.

Trabalharemos também para publicar um volume de textos conjunto, à semelhança do que fizemos em 2017/2018.

 

 Programa

 

I Criatividade linguística

  1. Linguagem verbal: brincar com os legos.
  2. Criatividade e jogos de linguagem.
  3. Escrita e Humor: um casamento feliz.
  4. Metáfora: construir este mundo e o outro…

II Criatividade literária

  1. Géneros de texto ficcionais e não ficcionais

III A escrita como forma de expressão

  1. A escrita como reflexão do mundo interior e exterior
  2. A escrita como forma de intervenção sobre o mundo interior e exterior

 

 

 

Bibliografia

 

AGUIAR E SILVA, Vitor (1984), Teoria da Literatura. 6ª ed, Coimbra: Almedina.

CARVALHO, Mário de (2014), Quem disser o contrário é porque tem razão – Guia prático de escrita de ficção. Porto: Porto Editora.

CEIA, Carlos (2018) E-Dicionário de Termos Literários. http://edtl.fcsh.unl.pt/

CHARAUDEAU, Patrick e MAINGUENEAU, Dominique (2016), Dicionário de Análise do Discurso. São Paulo: Contexto.

DUCROT, Oswald e TODOROV, Tzvetan (1991), Dicionário das Ciências da Linguagem. 7ª ed, Lisboa: D. Quixote.

GOFFMAN, Erving (1959), The Presentation of Self in Everyday Life. New York: Doubleday Anchor Books, Doubleday & Company.

KAYSER, Wolfgang  (1985), Análise e Interpretação da Obra Literária. 7ª ed, Coimbra: Arménio Amado Editora.

LANHAM, Richard A. (1992), A Handlist of Rhetorical Terms, 2ª ed, Berkeley: University of California Press,

LANHAM, Richard A. (2006), Revising Prose. Fifth Edition. New York: Pearson Longman.

LAUSBERG, Heinrich, (1982), Elementos de Retórica Literária. 3ª ed, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

LOPES, Óscar e SARAIVA, António José (1982), História da Literatura Portuguesa. 12ª ed, Porto: Porto Editora.

PINTO, Alexandra G. (1997), Publicidade: um discurso de sedução. Porto: Porto Editora.

REIS, Carlos e LOPES, Ana Cristina Macário (1987), Dicionário de Narratologia. Coimbra: Almedina.

STRUNK, William Jr.  (& White, E.B.) (2016), The Elements of Style. Fourth Edition, USA: Value Classic Reprints.

YAGUELLO, Marina (1991), Alice no País da Linguagem. Lisboa: Editorial Estampa.